Vivid - VirtueMart Template
Vivid - VirtueMart Template

Câncer de mama: dieta rica em fibras na juventude pode reduzir riscos

Estudo de Harvard analisou hábitos de mais de 90 mil mulheres.

Mulheres que comem mais alimentos ricos em fibras quando adolescentes e jovens - especialmente frutas e vegetais - podem ter uma diminuição significativa do risco de desenvolver câncer de mama do que aquelas que comem menos fibras, de acordo com estudo dos pesquisadores de Harvard que analisou mais de 90 mil mulheres. O estudo será publicado no Jornal da Academia Americana de Pediatria.

Eles descobriram que o risco de desenvolver câncer de mama era entre 12% e 19% menor em mulheres que tinham uma dieta mais rica em fibras no início da vida adulta. Sendo ainda mais específico, o estudo mostrou que mulheres que comiam muitas fibras durante a adolescência tinham um risco 16% menor de desenvolver qualquer tipo de câncer de mama e 24% menos risco de desenvolver o problema antes da menopausa. O aparente benefício está relacionado ao consumo de fibras vindas de frutas e vegetais.

Os autores acreditam que comer mais alimentos ricos em fibras pode diminuir o risco parcialmente por ajudar a reduzir os níveis de estrogênio no sangue, que está relacionado ao desenvolvimento de câncer de mama.

Como o estudo foi realizado?

Os pesquisadores analisaram um grupo de 90.534 mulheres que participaram de um grande estudo de longa duração sobre os fatores que influenciam a saúde da mulher. Em 1991 elas tinham entre 27 e 44 anos e preencheram um questionário sobre os seus hábitos alimentares, e repetiram este processo a cada quatro anos. Em 1998 elas também falaram sobre os seus hábitos alimentares durante o Ensino Médio.

Com essas informações, os pesquisadores compararam o consumo de fibras enquanto ajustavam os resultados para vários outros fatores, como etnia, histórico familiar de câncer de mama, índice de massa corporal, mudança de peso ao longo do tempo, histórico menstrual, consumo de álcool e outros fatores relacionados à dieta.

Fonte: http://www.minhavida.com.br/saude

Mais nesta categoria: « Distúrbio do sono