Vivid - VirtueMart Template
Vivid - VirtueMart Template

Cuidados diários amenizam a oleosidade da pele e a deixa mais seca e sem brilho. Não adianta ficar lavando o rosto a todo momento, o segredo é tomar os cuidados corretos e manter a pele sempre hidratada e protegida. O ideal é lavar bem o rosto pela manhã e antes de dormir com sabonetes secativos, de preferência indicados por um dermatologista. Depois, deve-se aplicar um tônico para retirar resíduos de poluição, da maquiagem e do próprio sabonete. Na hora de hidratar e aplicar protetor solar, escolha produtos "oil free", livres de óleo e que não causam a obstrução dos poros. Tome cuidado com a temperatura da água: ela não pode estar nem muito quente e nem muito gelada. Evite esfregar a toalha para secar a pele, isso pode trazer irritação; apalpe-a levemente sobre o rosto. Se a oleosidade persistir, mesmo com esses cuidados, chegou a hora de visitar um dermatologista…
Para celebrar o décimo aniversário do Dia Mundial do Coração, a Federação Mundial do Coração criou uma campanha em grandes multinacionais para incentivar os cuidados com o órgão, com o tema "Eu trabalho com o coração". A ideia é estimular empresas a promover um estilo de vida saudável no ambiente profissional. A Federação Mundial do Coração é uma organização não governamental que apoia a luta contra doenças cardíacas e derrames, com foco nos países em desenvolvimento. Atualmente, ela reúne cerca de 200 membros, entre sociedades médicas e fundações de mais de cem nações. Para implementar mudanças comportamentais de longo prazo no ambiente de trabalho, a organização propõe dez passos para melhorar a saúde cardíaca dos funcionários. 1. Consuma cinco porções de frutas e vegetais ao dia, e evite gordura saturada. Tome cuidado também com alimentos processados, que geralmente contêm altos níveis de sal. 2. Exercite-se. Meia hora de atividades pode…
Você passa cerca de 1/3 da sua vida com o corpo sobre o colchão e o travesseiro - portanto, preste muita atenção ao escolhê-los. O modelo adequado é fundamental para uma deliciosa noite de sono e um dia com mais disposição e bem-estar. Veja o que levar em conta na hora da compra! Colchão: resistência sob medida A escolha deve equilibrar o gosto pessoal com a necessidade do corpo, além de considerar a qualidade da espuma e a sua densidade em função do peso e da altura de quem vai utilizá-lo. “A resistência permitirá que o corpo fique corretamente apoiado, ou seja, que a coluna permaneça em uma posição linear – o que proporciona o relaxamento dos discos de cartilagem. Por isso, o colchão deve ser mais próximo do rígido do que do macio. O ortopédico é o mais indicado, pois cede a medida exata da curvatura do corpo”, explica…
Considerado por grande parte das mulheres um item essencial no guarda-roupa e aliado da elegância e da sensualidade, o salto alto pode trazer prejuízos à postura, quando usado com frequência. Porém, não é preciso abandoná-lo de vez! Basta seguir alguns cuidados para continuar charmosa, sem causar danos à saúde. Atenção aos riscos Quando se usa salto alto, a pressão de sustentação do corpo, que geralmente se distribui por toda a sola, concentra-se no dedão e no dedo vizinho. “Essa sobrecarga pode causar calos e bolhas na sola, dor e até lesões”, explica o ortopedista Maurício Póvoa Barbosa, membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia. E como o salto alto altera a forma de pisar, a longo prazo pode ocorrer a mudança na conformação dos pés. Outro problema é a dificuldade na flexão da planta do pé, o que prejudica a circulação e potencializa a tendência a varizes. E com o calcanhar…
Em 20 de outubro é celebrado o Dia Mundial de Combate à Osteoporose. A data é um alerta sobre a importância da prevenção dessa doença, causada pela perda progressiva de cálcio no organismo e que, como consequência, deixa os ossos porosos e frágeis. “Essa é uma enfermidade silenciosa, pois o paciente não apresenta sintomas até que tenha uma perda óssea significativa, a ponto de sofrer lesões graves. Para evitá-la, é essencial investir em hábitos saudáveis”, afirma Lafayette Lage, ortopedista membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia. Fatores de risco Ao contrário do que muita gente imagina, a osteoporose não atinge apenas os idosos, mas também as pessoas com histórico familiar da doença, bem como as que têm baixo índice de massa corporal, fumantes, sedentários e aquelas que seguem uma dieta pobre em cálcio ou vitamina D. “Porém, as mulheres são as mais afetadas, especialmente a partir da menopausa, pois…
Página 5 de 5